Sobre coisas que dão errado, soluções alternativas e não desistir

Almanaque de Autocuidado, falhar, ilustração, mudanças, replanejar -

Sobre coisas que dão errado, soluções alternativas e não desistir

Esse ano fiz um monte de planos. Ia lançar meu planner anual, ia lançar dois livros. Mas a vida dá uns golpes e a gente precisa se reajustar e readaptar à realidade. 

O planner não rolou porque era um investimento super alto para o ano, um momento difícil de grana pra uma aposta tão grande. Dos dois livros precisei escolher um pra imprimir, porque vi que meu financiamento coletivo não ia dar certo.  Mas tá tudo bem! A gente replaneja e reorganiza as coisas, o importante pra mim foi pensar no que eu ainda queria continuar fazendo e o que eu podia deixar pra depois.

Nessas horas, a gente tem que manter a calma e não ter medo de repensar tudo. Mesmo. Admitir derrotas e saber os limites da gente são coisas que fazem parte de amadurecer, coisas que fui obrigada a aprender. Então enxerguei o que conseguiria e o que não conseguiria fazer e redesenhei meus planos.

Fiz a pré-venda do Almanaque de Autocuidado na loja. Menos grana, menos recompensas, menos expectativas. E meu foco passou a ser esse: terminar e imprimir o almanaque.

Quando um monte de coisas dá errado, volta pro básico. Pensa no mínimo possível. Não desanima e caminha no ritmo que consegue e no tempo que tem disponível. Tá tudo bem as coisas darem errado, falhar, perder, mudar planos, reduzir projetos. Só continua criando, tá?


Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados